Núcleo Paranaense de Cultura Afro

Arte e cultura são personificações da criação humana

Neab apresenta programação do mês de novembro/2009

Posted by Núcleo Paranaense de Cultura Afro em 21/11/2009

Anúncios

Posted in 1 - Todas as Notícias | Leave a Comment »

Associação Omo-Ayê promove ‘X Festa Odara’

Posted by Núcleo Paranaense de Cultura Afro em 21/11/2009

Atividade celebra o ‘Dia Nacional da Consciência Negra’

No próximo dia 22, a partir das 12h30, na sede da Central Única dos Trabalhadores do Paraná (CUT/PR), a Associação Omo-Ayê promove a “X Festa Odara”. O cardápio do encontro será feijoada. O ingresso custa R$ 16,00. O endereço da sede da CUT é rua João Manoel, nº 444, bairro São Francisco (próximo ao antigo IPE). Mais informações através do telefone (41) 3014-8904.

Posted in 1 - Todas as Notícias | Leave a Comment »

Grupo Teatral Nuspartus apresenta RANDAKPALÔBAOBÁ

Posted by Núcleo Paranaense de Cultura Afro em 20/11/2009

O Grupo Teatral Nuspartus convidamos a todas e todos  para  a apresentação teatral que realizará  no dia 21 de novembro, na praça Generoso Marques, em Curitiba.

A Peça RANDAKPALÔBAOBÁ  navegará  entre o sonho e a realidade de uma garotinha negra que, por ter sofrido muito na escola,  por ter o cabelo crespo, sente vergonha de deixá-lo solto. Se quiser saber como termina esta história de busca e aprendizado é só estar presente às 15 horas no local.

Posted in 1 - Todas as Notícias | Leave a Comment »

Semana da Consciência Negra tem programação variada

Posted by Núcleo Paranaense de Cultura Afro em 16/11/2009

De 17 a 22 de novembro haverá programação variada, com entrada franca


A Semana da Consciência Negra, em Curitiba, será lembrada com intensa programação cultural em Curitiba. No Teatro Salvador de Ferrante, Guairinha, de 17 a 22 de novembro haverá diversos eventos, com entrada franca. A promoção é da Acnap – Associação Cultural de Negritude e Ação Popular. Haverá também exposição coletiva no local: Arte – Viva – África, com obras de Jane Márcia Madureira, Marcos Oliveira e Walkyria Novais.

Confira a programação no Guairinha e Programação completa das próximas atividades da Consciência Negra:

Show: DESFILE AFRO

Grupo Responsável: Luiz Mendonça

Data: 17 de novembro de 2009

Horário: 19h30

Show: BRASILIAN/ÁFRICA – BERÇO DA HUMANIDADE

Grupo Responsável: Tambor de Ideias

Data: 17 de novembro de 2009

Horário: 20h30

Show: O CABELO DE LELÊ

Grupo Responsável: Arte no Palco

Data: 18 de novembro de 2009

Horário: 20h30

Show: TA NO TUMBAO

Grupo Responsável: Echale Salsita

Data: 19 de novembro de 2009

Horário: 20h30

Show: BRANCA DE NEVE

Grupo Responsável: Grupo Afro Cultural Ka-Naombo

Data: 22 de novembro de 2009

Horário: 16h00

Show: SOMOS TODOS UMA RAÇA 2

Grupo Responsável: Grupo Cultural de Dança Afro Pop Ginga Total

Data: 22 de novembro de 2009

Horário: 17h00

Programação completa das próximas atividades da Consciência Negra:

ESPETÁCULO RANDAKPALÔBAOBÁ – Apresentação de teatro de rua

Grupo Responsável: NusPartus

Data: 21 de novembro de 2009

Horário: 15h (em frente ao Espaço Cultural Paço da Liberdade – Praça Generoso Marques)

 

PROGRAMAÇÃO CEBRAS, em parceria com o Fórum Paranaense das Religiões de Matriz Africana e apoio da CNBB:

– Exposições das 8 às 18h de 16 a 20/11

– 16/11 – Ética e Religião

– 17/11 – A África Central do Pós-Guerra

– 18/11 – Africanização do Candomblé

– 19/11 – Segurança Pública e o Negro

– 20/11 – A Mulher Negra na Sociedade

LOCAL: Instituto Edusol, Edifício Nsa. Sra. da Luz – Informações Cebras: 3015-1734

– dia 20/11, Largo da Ordem, Aulão e Roda de Capoeira, a partir das 15h, em frente à Igreja do Rosário, antiga Igreja dos Pretos:

9h – Culto Ecumênico, na Igreja do Rosário

10h – Lavação das Escadarias da Igreja do Rosário – Abertura do Festival Paranaense do Samba 2009 – do Samba Rural ao Carnaval

10h30 – Afoxé

12h – Cortejo até o antigo Pelourinho de Curitiba

13h – Congada da Lapa, em Frente à Igreja do Rosário

15h – Aulão e Roda de Capoeira, em Frente à Igreja do Rosário

16h – Maculelê, Frevo e Samba de Roda

18h30 – Orirerê, Cabeças Iluminadas – Solenidade Especial na Assembléia Legislativa

 

PROGRAMAÇÃO Festival Paranaense do Samba 2009 – do Samba Rural ao Carnaval

20 de novembro no Largo da Ordem, desde as 10h da manhã, na Igreja do Rosário.

22 de novembro – Pety Fubá!

02 de dezembro – Dia do Samba!

04 de dezembro – Antonina!

Contatos: http://festivalparanaensedosamba.wordpress.com |41.9161.7961 [Candiero] e 41.9108.7374 [Melissa]

– 20/11, 14h, Palestra Saúde da População Negra, Castro.

– 20/11, 18h30, Missa Afro na PUC-PR, após show cultural, contato Xaxá 3332-8463

– 20/11 – Homenagens na Assembléia Legislativa

– 20/11 – Festival de Cultura do Paraná, Ka-naombo na Praça do Círculo Militar, às 19h30.

 

PROGRAMAÇÃO FORUM PARANAENSE DAS RELIGIÕES DE MATRIZ AFRICANA

21/11 – Solenidade de Lançamento do Fórum Paranaense das Religiões de Matriz Africana.

09h30 – Caminhada na Praça Santos Andrade

13h – Coquetel, Barraca Dom da Terra

14h – Solenidade Oficial de Lançamento

LOCAL: Instituto Edusol, Edifício Nsa. Sra. da Luz – Informações Cebras: 3015-1734

 

PROGRAMAÇÃO DOM DA TERRA

21/11 – das 9h às 17h

Stand na Praça Osório com exposição de obras de arte afro-brasileira – artista Oga Waldo de Ogun.

Distribuição de material informativo

Fonte: APP-Sindicato

Posted in 1 - Todas as Notícias | Leave a Comment »

Simpósio de História e Cultura Afro é realizado em Londrina

Posted by Núcleo Paranaense de Cultura Afro em 16/11/2009

O objetivo do Simpósio é discutir a contribuição dada pelos africanos e seus descendentes ao Brasil

Até o dia 5 de dezembro está acontecendo, em Londrina, o II Seminário de História e Cultura Afro-Brasileira. A atividade é organizada pelo Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros (Neaa) da Universidade Estadual de Londrina (UEL), em conjunto com o Coletivo de Igualdade Racial e a Secretaria de Gênero e Diversidade Etnicorracial da APP-Sindicato de Londrina.

No folder do evento, os organizadores explicam que o objetivo do Simpósio é discutir a contribuição dada pelos africanos e seus descendentes, em diversas áreas do conhecimento, ao Brasil. Paralelamente, esperam fortalecer o combate ao ideário preconceituoso que nega o valor desta contribuição na construção do país e do próprio município de Londrina.

Também apóiam o Simpósio os seguintes órgãos, instituições e entidades: Núcleo Regional de Educação de Londrina, Curso de Comunicação da Faculdade Pitágoras, Yle Asê Opô Omim, Casa Caminho da Alegria, Vila Cultural Brasil, Grupo de Capoeira Forte de Santo Antônio e Comunidade das Terras Indígenas do Apucaraninha.

Para participar das atividades, não precisa de inscrição prévia. Clique aqui para ver o folder com a programação completa. Mais informações através dos telefones (43) 3323-2662 | 8828-7789 ou pelo e-mail: edmundosilvanovais@bol.com.br.

Fonte: APP – Sindicato

Posted in 1 - Todas as Notícias | Leave a Comment »

Festival Paranaense do Samba no Pety Fubá

Posted by Núcleo Paranaense de Cultura Afro em 16/11/2009

Confira a programação completa:

Posted in 1 - Todas as Notícias | Leave a Comment »

Ativistas no Festival de Cultura do Paraná 2009

Posted by Núcleo Paranaense de Cultura Afro em 16/11/2009

Participe você também da realização deste evento!

Estamos agora a poucos dias da realização do Festival de Cultura do Paraná 2009, um evento que nasceu e fortaleceu-se pela construção colaborativa e que se consolidou através do trabalho conjunto de diversas entidades e coletivos culturais. São mais de cem grupos que se apresentarão nos três dias de festival em cerca de dez espaços localizados no Corredor Cultural – região que envolve a Reitoria da UFPR, Praça Santos Andrade e Largo da Ordem.

Pela amplitude do evento, são necessárias cada vez mais pessoas para a realização deste Festival. Queremos receber bem nossos convidados, nossos artistas, nosso público. E para isso é essencial que tenhamos responsáveis por funções que são centrais para o bom funcionamento do Festival, tais como receber os grupos culturais, auxiliar os oficineiros e contribuir para a comunicação compartilhada.

Portanto, se você gosta de trabalhar com cultura e comunicação, esperamos contar com seu apoio para a consolidação deste projeto! Seja parte desta equipe e desta engrenagem, fomentando a cultura e a comunicação livres no Paraná! Participe da reunião de organização nesta terça-feira, 17 de novembro, às 19h, no DCE UFPR (Rua Gen. Carneiro esquina com a Rua Amintas de Barros). Lá você poderá nos dizer qual seu perfil e como você pode colaborar. Veja abaixo algumas sugestões.

PRODUÇÃO – Atualmente, temos pessoas responsáveis por cada um dos três GTs de organização do Festival (Programação, Comunicação e Infra-Estrutura). Cada um destes, possui já diversos ativistas que foram se envolvendo no processo, e que assumiram pra si algumas responsabilidades. Porém, para os dias do Festival essas pessoas precisam de mais apoio, como:

*      Receber e acolher os grupos culturais;

*      Informações e credenciamento;

*      Apoio para a gestão dos diversos espaços do evento;

*      Apoio à infra-estrutura;

COMUNICAÇÃO COMPARTILHADA – Durante o Festival, além de curtir apresentações culturais, você poderá também produzir conteúdo midiático a respeito. Aqui você tem voz, não precisa de intermediário! Jornalista ou não, você pode colocar sua opinião e participar da cobertura do Festival. Serão três laboratórios de vídeo, áudio e texto, que estarão disponíveis para aqueles que querem construir colaborativamente as notícias. Antes do evento, no dia 18/11, teremos um dia de preparação, para capacitarmos os interessados no uso das tecnologias e, durante o Festival, produziremos a nossa mídia. Você pode colaborar na:

*      produção de rádio

*      produção de vídeo

*      foto

*      produção de texto

*      animação 2D

Confira mais informações no site: festivaldecultura.art.br

Posted in 1 - Todas as Notícias | Leave a Comment »

Mostra fotográfica retrata países em guerra na África

Posted by Núcleo Paranaense de Cultura Afro em 16/11/2009

Acontece de 16 e 20 de novembro, no Espaço EduSol – CNBB, a Semana da Consciência Negra, promovida pelo Centro Mediúnico do Brasil (Cebras), com atividades relativas à cultura e tradições afro.

Uma das atrações é a Mostra Fotográfica “Rota dos Refugiados – África Central Pós-Genocídio”, do jornalista Julio Cesar Lima. A mostra reúne 30 imagens de Uganda, Ruanda, Burundi e Congo, países da região central do continente africano percorridos pelo jornalista entre julho e setembro de 2009; e que tem passado por diversas guerras nos últimos anos.

“O objetivo é mostrar por meio de imagens o modo vida nas cidades, campos de refugiados e personagens que compõem o cotidiano daquela região”.

Anteriormente, o jornalista viajou por Afeganistão, Paquistão, Tibet e Nepal, onde retratou a guerrilha maoísta e há dois anos foi co-autor do livro Retratos da Paz sobre Angola.

O Espaço CNBB fica na Rua José Bonifácio, 15, 1º andar (ao lado da Catedral). O local estará aberto das 8 às 18 horas.

Mais informações

Julio Cesar Lima

41-9810.2940 e 9151.6207

Posted in 1 - Todas as Notícias | Leave a Comment »

Aniversário de 5 anos do “Estrela do Sul na Sociedade 13 de Maio

Posted by Núcleo Paranaense de Cultura Afro em 16/11/2009

Festa “Meu Maracatu não Cai” celebrará o dia 20 de novembro- Dia da Consciência Negra

Na próxima sexta-feira (20/11), o Grupo de Maracatu Estrela do Sul comemora o aniversário de 5 anos. Neste dia, o grupo estará, às 18 horas, em frente a prédio histórico da Universidade Federal do Paraná (UFPR) comemorando o Dia da Consciência Negra.   De lá o grupo segue para apresentação na Sociedade Treze de Maio (Rua Clotário Portugal, 274-centro). O Grupo Molungo e Carlinhos Ferraz (forró de rabeca) também estarão presentes na festa.

Serviço:

A Sociedade Treze de Maio fica na Rua Clotário Portugal, 274-centro.

Contatos:

Fefi – 9973-1629

Gui – 9699-7018

maracatuestreladosul@gmail.com

Posted in 1 - Todas as Notícias | Leave a Comment »

Programação do NEAB/UFPR

Posted by Núcleo Paranaense de Cultura Afro em 12/11/2009

A atividade realizada pelo Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros  da Universidade Federal do Paraná ( Neab/ UFPR) conta com exposição de fotos da fotojornalista Fernanda Castro.


Serviço:

Neab: Praça Santos Andrade, n°50 CEP:80020-938 – Telefone: (41) 3310-2707

Posted in 1 - Todas as Notícias | Leave a Comment »

Confira todas as capitais onde Besouro está sendo exibido

Posted by Núcleo Paranaense de Cultura Afro em 07/11/2009

Publicado por Equipe Blog do Besouro, em 31|10|2009

hojenoscinemas1

Curitiba não viu este cartaz

A pedidos, principalmente de quem ficou chateado por não ver sua cidade listada no último post, segue abaixo uma lista com todas as capitais onde Besouro está sendo exibido, com link para programação e compra de ingressos.

Região Sudeste:

No Rio de Janeiro

Em São Paulo

Em Belo Horizonte

Em Vitória

Região Nordeste:

Em Salvador

Em Recife

Em Fortaleza

Em Aracaju

Em João Pessoa

Em Maceió

Em Natal

Região Centro-Oeste:

Em Brasília

Em Campo Grande

Em Cuiabá

Em Goiânia

Região Norte

Em Manaus

Região Sul:

Em Porto Alegre

E ATENÇÃO: Para a turma imensa do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul que está mandando mensagens perguntando por que o filme não estreou em sua cidade, segue o contato da Federação Nacional dos Exibidores Cinematográficos (Feneec): (21) 2242-5267. Ligue pra lá em horário comercial e manifeste sua vontade. No Rio Grande do Sul, a associação de exibidores locais atende no número (51) 2224-0877. Outra opção é fazer a solicitação diretamente no site do Cinesystem, um dos principais grupos exibidores da Região Sul.

Acesse o site e veja os comentários deste post: http://www.besouroofilme.com.br/blog/?p=1850#comments

Posted in 1 - Todas as Notícias | Leave a Comment »

E a nossa história como fica?, por Geisa Costa

Posted by Núcleo Paranaense de Cultura Afro em 07/11/2009

Algum dia a escola contou para você quem foi besouro Mangangá? Precisamos nos mobilizar, pois – até que me provem o contrário parece-me – mais uma daquelas tentativas de impedir que apresentemos nossos heróis sem estereótipos. A quem interessa isso?
Acesse o blog Besouro, o filme (http://www.besouroofilme.com.br/blog/) e vamos fazer barulho.

Desabafo da atriz Geisa Costa: A pergunta que não quer calar

Eu, Geisa Costa, atriz londrinense – radicada em Curitiba desde 1993 – sempre tenho defendido na minha condição de cidadã e mulher negra, o desejo de resgatar, perpetuar e valorizar as tradições e cultura de nossos antepassados africanos. Por isso, ainda que em passos lentos – “na medida do possível (permitido)” -, procuro  levar à contribuição da população negra afro-brasileira,  por meio das artes e de pesquisas, vivências, oficinas e contação de histórias nas escolas.  E abordando as temáticas determinadas pela Lei 10.639/03, ou seja, contribuindo para que esta seja executada. A referida lei é uma antiga reivindicação dos movimentos nacionais de consciência negra na busca por reconhecimento, valorização e afirmação dos direitos.

Sabemos que o processo da construção, não se dá de maneira fácil e rápida. Ainda temos que negociar nossas ideias de modo mais harmonioso e conjuntivo, respeitando as diferenças e habilidades de cada um. Mister é que sejamos não apenas dançarinos, mas criadores de nossa coreografia. Queremos que nossas crianças se valorizem e saibam valorizar nossa cultura, que tenham histórias para contar. Portanto, não poderia deixar passar em “branco” mais esse descaso.

Primeiro, o convite para participar do filme Besouro, depois, a satisfação em ajudar a contar de maneira digna, a história de um dos maiores capoeiristas de todos os tempos. E o prazer em representar o Paraná nessa mega produção com as bênçãos dos Orixás. Foram três meses de preparação intensa, mais um ano inteiro de espera, não só minha, mas de toda a comunidade ávida por conhecer Besouro. Além do orgulho dos capoeiristas em ver sua arte valorizada na telona.

Enfim, anuncia-se a estreia nacional, expectativas e adrenalina de quem acompanhou o blog do filme desde o início, esperando ansiosamente pelo lançamento. Decepção geral. Aqui na região sul, recebemos a noticia de que não teremos a exibição do Besouro e não há previsão se haverá.

Todos queremos saber o porquê. Do blog recebemos a triste informação, que diz o seguinte:

“E ATENÇÃO: Para a turma imensa de Curitiba que está perguntando por que o filme não estreou por lá, uma informação: porque os exibidores do Paraná não se interessaram. Aliás, de toda a Região Sul, apenas Porto Alegre está exibindo Besouro. Se você é de Curitiba, ou de qualquer outra cidade do Sul, e quer assistir ao filme num cinema perto de você, entre em contato com a Federação Nacional dos Exibidores Cinematográficos (Feneec), pelo telefone (21) 2242-5267 (em horário comercial) e manifeste sua vontade. No Rio Grande do Sul, a associação de exibidores locais atende no número (51) 2224-0877. Outra opção é fazer a solicitação diretamente no site do Cinesystem, um dos principais grupos exibidores da Região Sul. (http://www.besouroofilme.com.br/blog/?p=1850)

Sobre a participação do negro em Curitiba – O Bairro Rebouças, localizado na região central de Curitiba, tem este nome em homenagem ao engenheiro Antonio Rebouças. Afrodescendente nascido na cidade de Cachoeira, no interior da Bahia, formou-se em 1860 em engenharia, tendo antes bacharelado em Ciências Físicas e Matemáticas. Antonio Rebouças dedicou-se à construção de estradas de ferro e foi responsável pela obra da antiga estrada de ferro de Paranaguá, no estado do Paraná, uma das maiores e mais belas obras da engenharia brasileira.

Os irmãos André Rebouças (1833 – 1898) e Antonio Rebouças (1838 – 1991) foram abolicionistas e lutaram em defesa dos direitos sociais dos africanos e afrodescendentes. E muita gente que nasceu aqui no Paraná não conhece essa história. E muito menos que estes homens eram negros. Ainda há quem negue a existência de negros em Curitiba, mas existem e não são poucos.

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), 46% da população brasileira é negra. No Paraná, esse índice é de 23%. Na região Sul do Brasil, o Paraná é o Estado que tem a maior população negra. Já temos registrados aqui, inclusive, mais de 80 comunidades quilombolas mapeadas.

O movimento negro está cada vez mais forte, organizado e atuante, buscando a sua identidade por meio das mais diferentes manifestações, com amplas discussões para a elaboração e a execução de políticas afirmativas em combate à discriminação da população negra, e outras etnias.

Curitiba e a invisibilidade do negro – Curitiba é considerada o termômetro cultural do Brasil, a capital de primeiro mundo. Se uma peça for sucesso por aqui, certamente será no restante do País.

Em 2003, a Organização dos Estados Americanos (OEA) elegeu Curitiba como a Capital Americana da Cultura. Além disso, a capital do Paraná ostenta a imagem de uma cidade justa e “igualitária”, que preserva a memória, de todas as “etnias” na construção de um só povo, mas que “apaga” os negros de sua história, porque não considera a sua existência.

Só que dessa vez aconteceu ao contrário: por que será que Besouro não estreou aqui?

Será que não foi aprovado, pois se trata de um filme inspirado em fatos reais? Ou por que é uma história cinematográfica de aventura, paixão, misticismo e coragem sobre este personagem real que se tornou lenda? Será que é porque não parece um filme brasileiro. Não é comédia, não se passa em uma favela e não tem atores da Rede Globo nos papéis principais?

O filme é um incentivo aos educadores, sobretudo no que diz respeito à Lei 10.639/03. É uma oportunidade de resgatar a contribuição e auto-estima do povo negro brasileiro. Parafraseando Raul Seixas, ‘quem não tem colírio usa óculos escuros’. No entanto, se acaso o óculos for muito “escuro” cuidado para não bater a cara contra o muro.

Atenciosamente,

Geisa Costa

Um pouco sobre Geisa Costa – atriz, produtora, contadora de histórias. Terapeuta. Em 1983 iniciou no teatro com o Curso livre da Secretaria de Cultura de Londrina. Estreou no Grupo Delta de Londrina, com o espetáculo Gota D’agua – De Chico Buarque, com direção de Jose Antônio Teodoro, estreando em seguida com Toda Nudez será Castigada, de Nelson Rodrigues (1984/1987), com direção de José Antonio Teodoro, espetáculo que permaneceu por quatro anos em cartaz.

Desde 1993 em Curitiba, Geisa Costa atuou em vários espetáculos no Teatro de comédias do Paraná e Teatro Guaíra. ‘O Guerrilheiro da Inconfidência’, com direção de Lutero Almeida, ‘O Eterno Retorno do Cavaleiro Solitário’, com direção de Hugo Mengarelli, ‘Ópera Aída’ e ‘Ópera Colombo’, Ópera Pop Negra, com direção de Isidoro Diniz, entre outros, são alguns dos espetáculos que contaram com sua presença no elenco.

Em 2002 ganhou o prêmio Gralha Azul de melhor atriz coadjuvante pela atuação no espetáculo “A Casa do Terror 4′, a qual foi dirigida por João Luiz Fiani no Teatro Lala Schneider. Recentemente, terminou uma bem sucedida temporada de ‘Risos e Lágrimas’ – A vida de Lala Schneider (a dama do teatro paranaense), obra na qual interpretou Odelair Rodrigues.

Participação em filmes:

2008: Besouro o filme, com direção de João Daniel Tikhomiroff. O filme conta a história de Besouro, o maior capoeirista de todos os tempos, um menino que, ao se identificar com o animal que desafia as leis da física, desafia ele mesmo as leis da opressão e do preconceito, transformando-se em um herói.

2007: A Balada do Vampiro, (contos de Dalton Trevisan), com direção de Beto Carminatti e Estevan Silva.

2006: Cafundó, filme dirigido por Paulo Betti e Clovis Bueno

2005: Cachorro não, Chichorro, documentário dirigido por Paulo Friebe e Arnoldo Friebe.

Na Rede Paranaense de Comunicação (RPC), dentro do Programa ‘Revista RPC’, participou de dois episódios da série “Causos e Casos”: Eu você e ela (2007) e O Forasteiro (2008).

Mulher negra ativista – Como ativista do movimento União e Consciência Negra de Londrina, Geisa Costa criou e produziu em 1988/1992 os primeiros concursos de beleza negra do norte do Paraná, abrindo espaço para os vários grupos culturais e mulheres negras no disputado mercado de trabalho. Traz ainda, em seu histórico, a coordenação de várias oficinas ligadas ao resgate da cultura negra. Foi tesoureira adjunta da Rede de Mulheres Negras do Paraná. É formada tecnóloga em Massoterapia pela Escola Técnica da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Como terapeuta holística atua com massoterapia, reiki, shiatsu radiestesia e florais. É ainda contadora de histórias e facilitadora de oficinas, terapêuticas em escolas, empresas e grupos comunitários.

Leia mais sobre a atriz no blog do Núcleo Paranaense de Cultura Afro:

Besouro leva atriz paranaense Geisa Costa para telena

Ela de novo… Geisa Costa interpreta Odelair Rodrigues

Posted in 1 - Todas as Notícias | Leave a Comment »

Termina hoje o prazo para inscrições à Conferência Municipal de Cultura

Posted by Núcleo Paranaense de Cultura Afro em 15/09/2009

A II Conferência Municipal de Cultura acontece no próximo sábado, dia 19 de setembro, a partir das 09h00, no Memorial de Curitiba. Trata-se de uma das etapas preparatórias para a II Conferência Nacional, a ser realizada em Brasília, de 11 a 14 de março de 2010. Na Conferência Municipal serão discutidas propostas para o setor cultural e também haverá a eleição dos delegados para a Conferência Estadual.

O público alvo são artistas, produtores culturais, representantes de órgãos públicos e de instituições ligadas à área cultural, mas podem participar todos os cidadãos com mais de 16 anos. Todos os inscritos terão direito a voz e voto. Os participantes serão distribuídos, conforme sua opção de inscrição, em cinco grupos de discussão, cada grupo referente a um eixo temático. As inscrições encerram nesta terça-feira [15/09]e devem ser feitas pelo site da Fundação Cultural de Curitiba [http://www.fundacaoculturaldecuritiba.com.br/].

A próxima Conferência Nacional terá como tema “Cultura, Diversidade, Cidadania e Desenvolvimento” e se desenvolverá sob cinco eixos: Produção simbólica e diversidade cultural; Cultura, Cidade e Cidadania; Cultura e Desenvolvimento Sustentável; Cultura e Economia Criativa; e Gestão e Institucionalidade da Cultura. As discussões em Curitiba serão em torno desses eixos, com o objetivo de debater e propor estratégias para a construção de políticas transversais entre municípios, estados e governo federal.

Fonte: CUT/PR

Posted in 1 - Todas as Notícias | Leave a Comment »

Espetáculo “Pixaim” entra em cartaz no Teune

Posted by Núcleo Paranaense de Cultura Afro em 09/09/2009

A peça “Pixaim” estréia no próximo dia 11 de setembro, no Teune** (Teatro Experimental da Universidade Federal do Paraná), com entrada franca. Produzida pela Cia. Nossa Senhora do Teatro Contemporâneo, faz parte da programação de comemoração dos 30 anos de carreira do artista e produtor cultural Isidoro Diniz. A peça fica em cartaz até 11 de outubro, e todas as sextas-feiras, após a apresentação, haverá um bate-papo aberto com convidados, abordando assuntos relativos à diversidade.

A peça teve a inspiração na antologia de contos contemporâneos ‘Terra de Palavras’ – de autores de origem africana -, organizado por Fernanda Felisberto e irá apresentar os contos dos brasileiros Lande Onawale (Mukondo e A Bailarina) e Kátia Santos (Meu Deus, Cadê Esse Menino!). Além destes, o título do espetáculo teve como referência o conto “Pixaim”, de Cristiane Sobral, e também apresenta a poesia “Mulata Exportação”, de Elisa Lucinda.

Sob direção de Rafael Camargo, Pixaim trata da questão da invisibilidade do povo afrodescendente brasileiro, abordando situações cotidianas da vida de negros e negras no Brasil. A narrativa é fragmentada e permeada por vídeos e imagens projetadas no palco que contextualizam a forte presença da cultura destas populações na nossa história.

A montagem conta com cinco atores negros em cena. “A idéia é mostrar a história e não reiterar apenas a escravidão. A forma como o negro é tratado hoje revela como eram tratados na época da escravidão e de como este imaginário se construiu e se manteve ao longo do século”, explica Diniz.

O espetáculo foi realizado em parceria com a Fundação Cultural de Curitiba, da Prefeitura Municipal de Curitiba, por meio do Programa de Incentivo e Apoio à Cultura (PAIC), que é incentivado pelo Banco do Brasil S/A.

Texto contundente – Os fragmentos incluem depoimentos dos atores falando sobre preconceito e discriminação, inspirados nas experiências de cada um. “A intenção é dar voz as situações cotidianas com o objetivo de identificar que o racismo brasileiro existe, e, ao mesmo tempo, participar de um processo novo na sociedade brasileira que possa minimizar no interior das relações raciais, as questões relacionadas à cor, gênero, raças ou religiosidades e orientação sexual. É na diferença que se constitui as identidades brasileiras.”, comenta a assistente de direção Kátia Drumond.

A estética do espetáculo valoriza a palavra e a imagem: apenas um espaço de cor branca e os atores. Não há figurino nem o tempo cronológico formal. “A tensão está na substituição de situações pelos atores em cenas entrecortadas com imagens fotográficas, vídeo e música. Um movimento de possibilidades de ser e estar pontua o comportamento replicante da intolerância, do preconceito velado e do desrespeito corriqueiro em situações cotidianas. Um quebra cabeça é montado e a peça final fica a cargo do espectador”, enfatiza Camargo.

Universos paralelos de discussão – Os debates que acontecerão todas as sextas-feiras, após as apresentações, têm como temas A Visibilidade do Artista Negro em Cena, Religiosidade de Raízes Afro-indígenas, Políticas Públicas, Ações Afirmativas e Movimentos Sociais, A Lei 11.645/08: Cultura de Raízes Africanas e Indígenas e Cotas Sociais, Raciais e Reserva de Vagas para Indígenas.

Prosseguindo com o debate em torno da diversidade, no decorrer do mês em que a peça estará em cartaz, Kátia Drumond vai ministrar uma Oficina Corporal e Vocal no próprio Teune para uma instituição (a ser definida) que atue na área cultural e social com ações afirmativas.

Ficha Técnica:

Elenco: Simone Magalhães, Cássia Damasceno, Cássia Gomes, Adriano Carvalhaes, Marcel Szymanski.

Direção e Dramaturgia: Rafael Camargo

Direção de Produção e Pesquisa: Isidoro Diniz

Assistente de Direção, Pesquisa e Direção de Movimento: Kátia Drumond

Figurinos e Adereços: Áldice Lopes

Direção Musical: Ricardo Verocai

Designer Gráfico: Marco Minini

Iluminação e execução: Waldo Leon

Pesquisa de Imagens: Leco de Souza e Marcel Szymanski.

Edição de Imagens: Leco de Souza

diniz30anos

**O Teune fica no Prédio Histórico da UFPR/Praça Santos Andrade, 2º andar.

Conheça obra de Isidoro Diniz visitando o site:  http://www.isidorodiniz.com.br/

Posted in 1 - Todas as Notícias | Leave a Comment »

Raquel Santana canta Música Popular e Afra Brasileira no Espaço Cultural FALEC

Posted by Núcleo Paranaense de Cultura Afro em 09/09/2009

raquel

No próximo sábado (12/09), às 19h, a cantora de Música Popular e Afro Brasileira, Raquel Santana, fará uma apresentação no Espaço Cultural FALEC. Com o Show “Raquel Santana Música Popular e Afro Brasileira”, Raquel trará para o publico os mais variados rimos da música afro-brasileira.

O evento faz parta da campanha “Vamos fazer uma Vaquinha”. O objetivo, com a destinação de parte da renda dos ingressos, que custam R$ 12, é arrecadar fundos para a construção de uma nova sede para o Lar Escola Dr. Leocádio José Correia. Atualmente o Lar Escola atende mais de 160 crianças, de 4 meses a 6 anos de idade, mas a meta é atender um número maior e oferecer toda a atenção pedagógica para o desenvolvimento, recreação, noções de higiene e alimentação com quatro refeições diárias para as crianças.

Sobre Raquel Santana – A cantora baiana está em Curitiba há cinco anos, onde vem desenvolvendo um trabalho voltado para a valorização da cultura afro. Em relação à educação, Raquel promoveu oficinas de cultura afro para professores do Projeto Fera e Viva Verão, realizou a oficina de lendas africanas para professores da rede pública de ensino no Fórum Paranaense de Educação e Diversidade Etnicorracial e também fez apresentação musical na colônia de Férias da APP-Sindicato. No próximo Encontro Estadual de Educadores Negros e Negras, que acontecerá ainda este ano em Faxinal do Céu, fará a oficina “África de Danda”, a qual integra música, dança e lendas africanas.

Mais Informações: O Espaço Cultural FALEC fica na Rua Mateus Leme, 990 – Centro Cívico. Informações pelo telefone (41) 3352-2685 ou pelo site: http://www.espacocultural.falec.br.

Posted in 1 - Todas as Notícias | Leave a Comment »

Novos editais do Fundo Municipal da Cultura com inscrições abertas

Posted by Núcleo Paranaense de Cultura Afro em 31/08/2009

A Fundação Cultural de Curitiba lançou quatro novos editais do Programa de Apoio e Incentivo à Cultura, para seleção de projetos em várias áreas culturais. Até o dia 21 de setembro podem ser feitas as inscrições para os editais “Curitiba 12 Horas – Circuito de Cultura”, “Difusão de Pesquisas Históricas”, “Ciclos de Leitura” e “Promoção do Centro Cultural”. O total de recursos que será repassado pelo Fundo Municipal da Cultura é de mais de R$ 2 milhões. Os editais e outras informações estão disponíveis no site http://www.fccdigital.com.br, link “Lei/Editais – Lei de Incentivo”, no menu “editais de inscrições”. Clique Aqui

Curitiba 12 Horas – O evento Curitiba 12 Horas – Circuito de Cultura está previsto para o dia 8 de maio de 2010. Nessa data, haverá espetáculos e atividades culturais simultâneas em todos os bairros da cidade. A Fundação Cultural de Curitiba vai escolher quatro propostas, sendo que cada uma deve conter todas as atrações programadas para uma determinada localidade. As atrações devem contemplar as áreas de artes visuais, circo, cultura popular, dança, literatura, música e teatro. Os R$ 740 mil destinados ao Curitiba 12 Horas servirão para que os empreendedores selecionados cuidem de toda a produção e difusão das atividades.

O circuito será realizado das 10h às 22h, em espaços abertos ao público, situados em oito regionais do município – Bairro Novo, Boa Vista, Boqueirão, Cajuru, CIC, Portão, Pinheirinho e Santa Felicidade. Cada projeto contemplado ficará responsável pela animação em duas regionais. Como contrapartida social, devem ser incluídos na programação um show de talentos locais, bem como uma exposição de artistas plásticos residentes na região.

Difusão de pesquisas históricas – Esse edital tem o objetivo de conceder apoio financeiro para a publicação de pesquisas históricas inéditas, que contribuam para a divulgação da história e da memória curitibana. Os projetos podem ser enquadrados em duas modalidades: biografias e memória urbana. A temática e os períodos pesquisados são livres, podendo abordar aspectos sociais, culturais, urbanísticos e políticos. As biografias devem reconstruir o contexto social em que os personagens biografados viveram e atuaram. Serão contemplados dois projetos para cada modalidade. A tiragem total de cada publicação será de 1 mil exemplares. O total de recursos disponibilizados para esse edital é de R$ 220 mil.

Ciclos de Leitura – O edital Ciclos de Leitura permitirá a realização de vários encontros literários e rodas de leitura. Cabe a um leitor fazer o papel de mediador das leituras, apresentando ao público textos literários e incentivando os participantes para conversas, reflexões e análises do livro em questão. Os ciclos de leitura estarão divididos por faixa etária, entre leituras para o público infantil, juvenil e adulto. Em última análise, o objetivo é melhorar o índices quantitativos e qualitativos de leitura da população.

O edital selecionará sete projetos, sendo que cada um deve prever a realização de 120 rodas de leitura ao longo de dez meses, entre fevereiro e novembro de 2010, em locais a serem indicados pela Fundação Cultural nos diferentes bairros da cidade. Para este edital foram destinados R$ 285 mil.

Promoção do Centro Cultural – Esse edital regulamenta as inscrições para a seleção de projetos voltados à difusão e fomento nas áreas de artes cênicas, música e artes visuais, por meio da realização de ações em espaços culturais independentes, situados na região central de Curitiba, nos bairros abrangidos pela Regional Matriz. Serão contemplados 12 projetos na modalidade “espaços teatrais”, seis na modalidade “espaços musicais” e dois na modalidade “espaços dedicados às artes visuais”. Os projetos devem prever 15 dias de programação, no período de 20 de novembro a 6 de dezembro de 2009. O edital está disponibilizando um total de R$ 800 mil. Todos os projetos devem ter como contrapartida o ingresso gratuito ao público.

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Posted in 1 - Todas as Notícias | Leave a Comment »

Cinemateca terá mais um Curso Prático de Cinema em setembro

Posted by Núcleo Paranaense de Cultura Afro em 31/08/2009

Os interessados em participar do Curso Prático de Cinema podem se inscrever para o teste de seleção nos dias 2, 3 e 4 de setembro, das 9h às 12h e das 14h às 17h, na Cinemateca de Curitiba (Rua Carlos Cavalcanti, 1.174). O curso –  gratuito – , oferece 30 vagas e não há limite do número de inscrições para o teste de seleção, que exige noções básicas sobre a teoria e a prática do cinema.

Resultado de uma parceria entre a Fundação Cultural e o Ministério da Cultura, pelo projeto Rede Olhar Brasil, o curso é gratuito e os candidatos deverão fazer um teste escrito sobre conhecimentos gerais de cinema, que visa detectar as áreas de interesses. O teste acontece no dia 10 de setembro.

O curso é dividido em módulos realizados nos finais de semana. Cada módulo aborda um tema: história, teoria do cinema, roteiro, fotografia, som, direção, produção e edição. Todos os professores contratados para o curso são profissionais de renome na área cinematográfica paranaense e nacional. Além das aulas teóricas, os alunos terão oportunidade de realizar um filme curta-metragem, com supervisão de profissionais da Cinemateca. A idade mínima para participar é 15 anos.

Serviço:
Inscrições para o teste de seleção do Curso Prático de Cinema
Datas de inscrição para o teste: 2, 3 e 4 de setembro, das 9h às 12h e das 14h às 17h. Data do teste: 10 de setembro de 2009, às 9h.
Local: Cinemateca de Curitiba (Rua Carlos Cavalcanti, 1.174)
Informações: (41) 3221-3270

Fonte: Fundação Cultural de Curitiba

Posted in 1 - Todas as Notícias | Leave a Comment »

Escritora de literatura afrobrasileira e indígena participa da Bienal do Livro de Curitiba

Posted by Núcleo Paranaense de Cultura Afro em 31/08/2009

Nará, à esquerda, autografa livro da leitora mirim e posa para foto com Jane Marcia Madureira, especialista em História e Cultura Africana e Afro Brasileira

Nará, à esquerda, autografa livro da leitora mirim e posa para foto com Jane Marcia Madureira, especialista em História e Cultura Africana e Afro Brasileira

No último dia 28 de agosto, durante a 1º Bienal Internacional do Livro de Curitiba, a escritora e professora da rede estadual, Nará Souza Oliveira, que investe na literatura étnica voltada para crianças e adolescentes,  participou da mesa de autógrafos  para a divulgação do livro Curumim.

A obra Curumim faz parte da coleção “Culturas” – fruto de um trabalho de seis anos da escritora – e reúne dez títulos da literatura Infanto-juvenil: oito relacionados à cultura africana e dois da guarani.

Leia também: Tem escritora de literatura infantil afrobrasileira e indígena na 1ª Bienal do Livro de Curitiba


Posted in 1 - Todas as Notícias | Leave a Comment »

Entenda o Festival de Cultura do Paraná 2009

Posted by Núcleo Paranaense de Cultura Afro em 31/08/2009

festival_culturaO Festival de Cultura do Paraná pretende integrar os grupos, pontos e entidades culturais por meio de mostras, shows, debates e oficinas artísticas dos mais variados gêneros. O objetivo é ser mais que um festival de apenas apresentações culturais, buscando fortalecer as articulações entre as iniciativas culturais de todo o estado, a sua organização colaborativa por meio de rede e o amadurecimento de posicionamentos políticos em questões referentes à cultura.

Realizado anualmente há três anos, o Festival é fruto da parceria entre o Coletivo Soylocoporti, a Universidade Federal do Paraná e seus centros e diretórios acadêmicos. Nas edições de 2006, 2007 e 2008, o festival tornou-se um evento ideal para apreciação das manifestações étnico-culturais paranaenses e nacionais. A diversidade de participantes demonstrou a possibilidade de diálogo e interculturalidade entre as várias formas de expressão presentes.

Em 2009, com o Festival chegando a sua quarta edição, a proposta é expandí-lo para além dos limites da universidade, inserindo grupos culturais de todo o estado e o debate sobre a cultura exatamente com que faz cultura no Paraná. Pretende, ainda, ser um espaço propício para a integração entre os pontos de cultura do Paraná, sendo que estes poderão mostrar seus trabalhos e conhecer outras iniciativas.

Para o Festival alcançar as expectativas, a participação de todos é fundamental. Mais do que ser espectador do Festival, queremos que você seja um formulador, um produtor dessa atividade. Por isso, anote: o Festival de Cultura do Paraná acontece nos dias 19, 20 e 21 de novembro, em Curitiba.

Para a participação dos grupos, serão abertos dois editais de seleção artística, um voltado para as mostras culturais (artesanato, pintura, fotografia, teatro, dança, escultura, poesia ou grupo musical) e outro para atividades auto-gestionadas (oficinas artísticas, exposições, debates e vídeo-debate).

As inscrições para os dois editais iniciarão no dia 21 de agosto e se estenderão até o dia 28 de setembro. Para consultar os formulários e maiores informações acesse a página “inscrições”.

Desta forma, convidamos todos os pontos e entidades culturais a participarem da construção do Festival de Cultura do Paraná 2009, mostrando seus trabalhos artísticos, debatendo a cultura e contribuindo para a construção de um evento que espelhe a diversidade cultural existente em nosso estado. Confira a programação-base do Festival e ajude-nos a construí-lo!

Fonte: www.festivaldecultura.art.br

Posted in 1 - Todas as Notícias | Leave a Comment »

Inscrições para Prêmio SESC de Literatura vão até 30 de setembro

Posted by Núcleo Paranaense de Cultura Afro em 31/08/2009

sesc

Revelar novos talentos e promover a literatura nacional são propósitos do Prêmio SESC de Literatura. Lançado pelo SESC em 2003, o concurso identifica escritores inéditos, cujas obras possuam qualidade literária para edição e circulação nacional. Além da divulgação das obras, o Prêmio SESC também abre uma porta do mercado editorial aos estreantes: os livros vencedores são publicados pela editora Record e distribuídos para toda a rede de bibliotecas e salas de leitura do SESC e SENAC em todo o país. Mais do que oferecer uma oportunidade a novos escritores, o Prêmio SESC de Literatura cumpre um importante papel na área de cultura, proporcionando uma renovação no panorama editorial brasileiro.

Participe – Aos autores iniciantes, que ainda não tiveram chance de mostrar ao público suas idéias e sua criação, este é o caminho. As inscrições para o Prêmio SESC de Literatura são gratuitas e aceitas em todo o Brasil. Basta procurar a unidade mais próxima do SESC na sua cidade. Cada concorrente pode participar com uma obra, nas categorias conto e romance. O vencedor terá seu livro publicado e distribuído pela editora Record. Participe! Esta pode ser a chance de sua obra chegar às principais livrarias do país. Confira as regras do concurso no edital.

Fonte: SESC

Posted in 1 - Todas as Notícias | Leave a Comment »